Mãe flagra funcionária de creche amamentando seu filho. O que acontece DEPOIS não é nada legal

Para muitas mães, um dos momentos mais especiais com seus filhos é a amamentação. É algo muito íntimo que se completa com o vínculo de amor e carinho nascido do sentimento maternal.

Eu tenho certeza que muitas de vocês, mamães de plantão, pensam desta maneira, não é verdade?

Então, as deixo uma pergunta: como seria sua reação caso outra mulher amamentasse seu filho? Foi isso o que aconteceu em uma creche na Carolina do Norte, Estados Unidos, quando uma funcionária do local amamentou uma criança mesmo após a mãe proibir que ela fizesse isso. E o pior: foi o bebê quem sofreu as consequências.

A situação virou caso de polícia! Kaycee Oxendine, mãe da criança de apenas 3 meses contou ao canal de televisão WTVD que se sentiu enfurecida e, ao mesmo tempo, profundamente magoada com a atitude da funcionária. A empregada perguntou à mãe se poderia amamentar o bebê, com a intenção de aliviar a constipação que a criança sofria, mas a mãe negou duas vezes o pedido.

Contudo, a conversa não surtiu efeito. Por meio das câmeras de segurança, a funcionária foi flagrada amamentando o bebê e mãe descobriu poucos minutos depois: “Como mãe, posso dizer que ela tirou algo de mim, porque não consegui defender meu filho. Eu não estava lá”, desabafou Kaycee.

A empregada pode até ter agido com boas intenções, porém, o bebê acabou pagando o preço da ação. A criança nasceu prematura e sofre com intolerância à lactose, então após a amamentação ela passou mal e precisou ser levada para o hospital.

Irritada, a mãe disse ao canal que para ela foi cometido um crime contra o menino e por isso ela levará o caso à Justiça: “Ela não somente deu o peito ao meu filho, como o fez passar mal devido à sua condição. Ela colocou algo na boca dele que o corpo não consegue digerir”.

E você, teria a mesma reação dessa mãe?

Este é um site de noticias,tratamentos e curiosidades ,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*