Mãe “supera” morte de filho doando seu leite materno

Nas redes sociais, ela encontrou seis mães que precisavam de leite para dar de alimento aos seus bebês.

A morte de um filho causa muita dor para as mães. Mas se tem uma forma de amenizar tanto sofrimento é fazendo por outras crianças aquilo que elas fariam para os seus próprios filhos.

É o caso da norte-americana Wendy Cruz-Chan. Com 19 semanas de gestação, ela teve uma infecção no fluido amniótico e precisou fazer um parto induzido do feto morto.

“Eu chorei como nunca antes. Então entrei em estado de choque e apaguei”, contou Wendy à BBC.

Depois que recebeu alta do hospital, Wendy notou que os seus seios estavam começando a vazar leite.

“Eu não sabia o que fazer. Eu sabia que aqui em Nova York há uma demanda enorme de leite materno então perguntei ao meu marido como ele se sentiria se seu doasse. Ele disse que era uma ótima ideia”, lembra ela.

Nas redes sociais, ela encontrou seis mães que precisavam de leite para dar de alimento aos seus bebês. Ela doou 58 litros em Nova York.

“Um dos bebês que precisava do meu leite tinha um distúrbio genético na pele chamado epidermólise bolhosa (EB). Meu leite materno o ajudou a curar suas bolhas e ajudou na sua digestão”.

“Doar leite me pareceu natural, como se fosse a coisa certa a fazer. Poder compartilhar o sacrifício de Killian com outros bebês que precisavam disso, fez eu me sentir muito bem. Foi quase como se esses bebês se tornassem meus de alguma maneira”.

“Estou muito feliz por poder ter feito algo para honrar Killian. Eu não queria ser apenas mais um caso de natimorto. Eu queria cumprir um dever como mãe. Eu não tinha um bebê para tomar conta, para vestir, trocar fraldas. Mas eu fui capaz de aleitar e doar a outros bebês, e isso nos ajudou a curar a perda.”

Este é um site de noticias,tratamentos e curiosidades,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply