Miomas uterinos, um inimigo que você deve atacar

Se você tiver algum destes sintomas, é hora de se preocupar. Você pode ser vítima dos temidos miomas.

É dito que 1 em cada 5 mulheres em idade fértil pode desenvolver miomas, tumores geralmente benignos (não cancerosos) que se desenvolvem no útero e que podem trazer algumas complicações para a vida daquelas que os têm.

Embora ainda não haja evidência que nos indique porque são provocados, acredita-se que influenciam grandemente a genética e sua herança, assim como também os diferentes processos hormonais que cada mulher tem.

O que você deve ter claro é que a aparição destes tumores varia de mulher para mulher, pois não existe uma “regra” em seu desenvolvimento, é possível ter vários miomas de diferentes tamanhos, tanto dentro ou fora do útero ou é possível ter um só, mas de grandes proporções.

No entanto, como todas as doenças, há sempre alguns sinais que podem nos ajudar a saber quando recorrer à ginecologista para que através de diferentes exames ou testes ela possa determinar o diagnóstico. Portanto, preste atenção se você estiver sentindo alguns destes sintomas durante as últimas semanas:

  • Dor ao ter relações sexuais
  • Sensação de inchaço
  • Sangramento entre períodos
  • Sangramentos intensos, de maior duração ao ciclo de cada mulher
  • Cólicas pélvicas entre períodos
  • Necessidade de urinar com maior frequência

Os possíveis tratamentos para atacar o aparecimento de miomas variam de acordo com cada mulher e dependerá de vários fatores, incluindo:

  • Idade
  • O desejo de ser mãe novamente
  • Estado da gravidez
  • Saúde geral
  • Quantidade e tipos de miomas

No entanto, geralmente os diferentes tratamentos dados pelos ginecologistas incluem:

  • Comprimidos de ferro para impedir quadros de anemia provocados por períodos intensos.
  • Analgésicos para tratar as cólicas fortes entre períodos.
  • Pílulas anticonceptivas ou hormônios para evitar o crescimento de mais tumores dentro do útero.
  • Avaliação periódica: é necessário acompanhar o desenvolvimento de cistos, por isso é necessário que o seu médico a submeta a certos exames regularmente.
  • Cirurgia: isso depende da gravidade dos sintomas e desenvolvimento de tumores no útero. Também depende da idade da mulher e sua vontade de ser mãe, pois existem diferentes tipos de operações para poder atacar o crescimento dos múltiplos tumores que possam existir.

A única coisa que você deve ter em mente é que, o quanto antes você for ao seu ginecologista, maiores serão as possibilidades de ter um tratamento médico simples. Você não deve ter vergonha de ser consultada por este motivo, pois é estimado que 50% das mulheres que têm 50 anos ou mais têm ou desenvolverão miomas.

De qualquer maneira, você deve lembrar-se que fazer um check up anual com seu médico de confiança pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de várias doenças e manter sob controle o crescimento dos tão incômodos miomas.

Vimos em familia.com.br

 

Falando sobre isso

Leave a Reply