Misterioso objeto não identificado cai no Myanmar

Um objeto de grande proporções, não identificado, caiu do céu na noite do dia 10 de novembro em uma região montanhosa no Myanmar.

O objeto cilíndrico, que possui cerca de 3,7 metros de comprimento e 1,5 metro de diâmetro, caiu em um vilarejo chamado Lone Khin, perto de uma área de mineração. Os habitantes da região acordaram cedo naquela manhã, com um forte estrondo e uma grande vibração ocasionada pela queda. Ainda que ninguém tenha se machucado, o objeto destruiu uma construção que pertencia a um dos mineradores, e impregnou o ar com um cheiro fortíssimo de queimado, segundo o Myanmar Times.

Ver imagem no Twitter

“No começo, pensamos que fosse uma batalha. A explosão fez nossas casas tremerem. Do vilarejo conseguíamos ver a fumaça”, disse Daw Ma Kyi, um dos moradores da região, para o Myanmar Times.

Em uma primeira vista, o objeto parece fazer parte de algum avião ou espaçonave.

“Eu acho que isso era um motor, porque eu encontrei um diodo e vários fios de cobre na parte traseira do corpo”, disse o morador Ko Maung Myo. Entretanto, os oficiais do governo dizem não ter identificado o objeto, e estão escalando alguns especialistas para analisá-lo. Um ex-oficial do Departamento de Aviação de Myanmar disse que a imagem mostrada no Facebook parece ser um lançador de foguetes.

Um dia antes do objeto cair sobre o solo, a China havia anunciado o lançamento com sucesso de um foguete para o espaço, junto com cinco satélites e um navegador de raio-x. Como sabemos, detritos são deixados no espaço sempre que lançamos algo para lá, e a chance de que esses detritos atinjam um dos 7 bilhões de pessoas que vivem na Terra é surpreendentemente grande. Depois do lançamento de um satélite do tamanho de um ônibus escolar em 2011, o cientista Mark Matney, da NASA, contou ao ‘LiveScience’ que a chance de que alguém fosse atingido pelos detritos desse lançamento eram de aproximadamente 1 a cada 3200.

O espaço é repleto de detritos e restos de explorações passadas. Já se sabe que existem pelo menos 500 mil restos de foguetes, espaçonaves e outros artefatos orbitando nosso planeta. Sabendo disso, a Suíça recentemente sugeriu o lançamento de uma espécie de “nave de limpeza”, para tentar limpar um pouco da sujeira que já fizemos no espaço. Até lá, a chance de algo cair sobre as nossas cabeças continuam sendo grandes.

Este é um site de noticias,curiosidades e tratamentos,ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply