Modelo causa revolta ao tirar foto no banheiro da academia e vira caso de polícia

A modelo Dani Mathers foi duramente criticada após publicar, em sua conta no Snapchat, a foto de uma mulher nua enquanto trocava de roupa no banheiro da academia. Como noticiou o tabloide britânico Daily Mail, pouco depois da postagem, ela recebeu uma enxurrada de comentários negativos por ter, além de divulgado a foto de uma pessoa nua sem sua autorização, ridicularizado seu corpo por estar “fora dos padrões”.

Modelo humilhou outra mulher por causa do corpo

A modelo norte-americana Dani Mathers, 29, que é coelhinha da Playboy, postou a foto em seu Snapchat, tornando-a visível para qualquer pessoa que a segue no aplicativo.

Na imagem, aparece uma mulher nua, trocando de roupa no vestiário da academia. Na legenda, a modelo diz: “Se eu não posso ‘desver’ isso, então vocês também não podem”, sugerindo que a cena era tão feia e chocante que não conseguiria tirá-la da mente. Na sequência, Dani aparece com expressão de choque e a mão na boca.

Portais de notícia internacionais registraram as postagens da modelo (no aplicativo Snapchat, o conteúdo publicado fica disponível apenas por 24 horas e, depois, desaparece) e, diante da revolta dos internautas, repercutiram o caso.

Críticas

O post gerou diversos comentários contestando a atitude da modelo, principalmente pela atitude de “body shaming”, que refere-se ao bullying e às ofensas que pessoas gordas ou minimamente fora dos padrões de beleza sofrem durante boa parte da vida e é parecido com o que, por aqui, chamamos de gordofobia.

Diz respeito, por exemplo, às situações em que a palavra gordo é associada ao adjetivo nojento ou, ainda mais sutilmente, quando se diz que “o fulano tem um rosto lindo, pena que é gordo”, como se as duas características fossem excludentes.

A revolta também se deu ao fato de Dani, que é uma figura pública com centenas de seguidores nas redes sociais, ter divulgado sem autorização a foto de uma pessoa nua, expondo-a e ridicularizando-a.

A modelo plus-size Tess Holiday escreveu ironicamente em seu Twitter: “Deve ser legal ser tão perfeita a ponto de poder envergonhar publicamente outros corpos. Por favor, eduque-se”.

Pessoas que não são famosas também se manifestaram:

“Vergonhoso. Agora nós sabemos quem você é de verdade. Não consigo ‘desver’ isso também”.

“São pessoas como você que fazem os outros sentirem medo de trocar de roupa na academia. Deplorável.”

Os comentários também chamam atenção para o fato de Dani ter postado a foto de outra pessoa nua sem que ela tivesse autorizado ou ao menos soubesse do que se tratava”.

“Independente da forma do corpo, você não deveria postar fotos de outras pessoas nuas sem seus consentimentos. Eu te processaria”

Consequências

Segundo reportou o site de celebridades TMZ, Dani Mathers foi banida da rede de academias L.A. Fitness. Ainda de acordo com o portal, o centro de ginástica denunciou o caso à polícia, afirmando que “o comportamento dela é estarrecedor e coloca a privacidade de todos os membros em risco. O assunto foi resolvido internamente e também notificado à polícia.”

Resposta da modelo

Depois das represálias, a modelo usou o Snapchat para publicar um vídeo pedindo desculpas pela foto. “Eu escolhi fazer o que eu faço para viver porque eu amo o corpo feminino e eu sei que ‘body shaming’ é errado e esse não é o tipo de pessoa que eu sou”.

Ela disse ainda que planejava enviar a foto apenas para uma amiga, e não para todos. No aplicativo, existe a possibilidade de enviar um conteúdo de maneira privada para um ou mais amigos ou publicá-lo em uma espécie de linha do tempo, onde ele fica visível para todos os seguidores.

No entanto, a justificativa não agradou, já que os internautas entenderam que a intenção de praticar ‘body shamming’ foi a mesma.

Vimos em bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply