Mulher tem AVC após lavar cabelo no salão; problema é mais comum do que você pensa

Você já saiu do cabeleireiro com uma baita dor no pescoço por causa da posição durante a lavagem? Alguns salões já possuem lavatórios mais modernos, que permitem que você fique deitada, sem ter que jogar a cabeça muito para trás, mas a maioria ainda usa o modelo mais antigo, que causa dor. O problema é que as consequências da postura desajeitada vão muito além de um incômodo. A norte-americana Elizabeth Smith teve um AVC e culpa o salão de beleza pelo derrame. E pasme, esse desfecho é bem mais comum do que se imagina. Entenda a seguir.

Derrame após lavagem de cabelo no salão: entenda o que aconteceu

A californiana Elizabeth Smith está processando o salão de beleza que costumava frequentar. Em entrevista ao canal ABC News, ela alega que a hiperextensão da coluna cervical, o pescoço, durante a lavagem do cabelo causou uma lesão em sua artéria vertebral, importante vaso sanguíneo responsável por levar sangue ao cérebro.

Duas semanas depois, Elizabeth passou a sentir fraqueza no braço e na perna esquerdos e teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Atualmente ela tem diminuição das habilidades motoras da mão esquerda, andar instável e a visão de seu olho esquerdo é prejudicada. Segundo ela, ainda há em seu cérebro um coágulo sanguíneo que pode causar mais danos.

Ainda de acordo com a ABC News, o salão de cabeleireiro alegou à justiça que não houve negligência e que Elizabeth “falhou em exercer qualquer nível de cuidado com a própria segurança e, como consequência, causou seu próprio prejuízo”.

Lavar cabelo no salão pode mesmo causar AVC?

O caso de Elizabeth não é o único do tipo. A ocorrência de AVC após a lavagem de cabelo no salão já é conhecida dos médicos e tem até nome próprio: síndrome do salão de beleza.

O problema pode acontecer de duas maneiras diferentes. Na primeira delas, a artéria vertebral, que passa por dentro do canal vertebral, é comprimida quando a cabeça é jogada para trás, causando a diminuição da chegada de sangue ao cérebro. Esse processo é mais comum em pessoas idosas, pois o canal vertebral pode estar mais estreito e com calcificações nessas pessoas.

O AVC pode acontecer em consequência da compressão da artéria vertebral, que passa através das vértebras

O segundo mecanismo é a lesão da artéria vertebral pela compressão causada pela extensão do pescoço. A cicatrização do vaso machucado pode causar a formação de coágulos, que viajariam pela corrente sanguínea até o cérebro e causariam um AVC. Esse processo é o que Elizabeth acredita que tenha acontecido com ela.

Segundo estudos, a posição de hiperextensão cervical também pode causar dor e tontura.

Como evitar

O ideal é não jogar a cabeça muito para trás na hora da lavagem e, para isso, você pode procurar salões com lavatórios que permitam que você fique deitado. Outra opção é fazer um apoio com toalha e posicioná-lo na nuca. Caso nenhuma dessas soluções seja possível, lave o cabelo antes de ira ao salão.

Vimos em bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply