A dona de casa Juliana Reis, de 25 anos, teve o seu perfil bloqueado no Facebook depois de publicar um post em resposta ao “Desafio da Maternidade”. A brincadeira consiste em compartilhar fotos que demonstrem a felicidade que a maternidade representa para as mulheres, além de marcar amigas para que façam o mesmo.

A polêmica que envolveu a publicação de Juliana surgiu porque ao invés de compartilhar fotos com mensagens felizes, ela decidiu mostrar a experiência real do dia a dia de uma mãe.

“Desafio NÃO aceito”, escreveu no início de seu texto. “Me recuso a ser mais uma ferramenta pra iludir outras mulheres de que a maternidade é um mar de rosas e que toda mulher nasceu pra desempenhar esse papel. Eu vou lançar outro desafio, o desafio da MATERNIDADE REAL.”

O post viralizou e chegou a quase 80 mil curtidas em pouco mais de um dia, mas também recebeu uma série de comentários negativos. Juliana teve seu perfil denunciado e sua conta foi bloqueada na rede social.

Em entrevista ao jornal Extra, ela nega sofrer de depressão pós-parto – hipótese que foi cogitada entre os comentários do post – e se diz decepcionada por ter tido seu perfil bloqueado.

“Nunca ia imaginar, nem em sonho, que chegasse a esse ponto e fiquei extremamente chateada com o bloqueio do Facebook. Já denunciei muitas páginas que incitam ao ódio e nunca vi um bloqueio como o que sofri e, mesmo assim, aconteceu comigo em apenas um dia. Estou chateada por ter sido forçada a me calar”, afirmou.

Por meio do perfil de uma amiga, ela publicou uma carta comentando o caso.

“Ainda bem que eu estou com muita estrutura pra encarar isso porque se eu sofresse de depressão pós-parto, como muita gente me diagnosticou, vocês só estariam me dando a arma pra me matar”, disse. Em seguida, completou: “A quem critica, porque gosta de criticar, ou porque não concorda comigo mesmo (talvez você tenha tido a maternidade dos sonhos): Meu amor por você! E peço pra que tenham mais compaixão com a dor do outro! As palavras machucam”, disse.