O tipo de calcinha que uso afeta o cheiro e a saúde da vagina?

Carolina Ambrogini, ginecologista e sexóloga da Universidade Federal de São Paulo, responde às dúvidas mais frequentes sobre sexo e saúde.

Apesar de existir um mito de que as calcinhas com tecidos sintéticos são ruins para a saúde da vagina, nenhum estudo científico conseguiu comprovar isto. O fato é que estes tecidos absorvem menos o suor. Portanto, nos dias mais quentes a sudorese excessiva pode gerar um odor desagradável na região íntima. As calcinhas de algodão absorvem mais o suor, minimizando o odor.

Na verdade, o que não é legal para a vagina é usar roupa apertada e com tecidos grossos, estes sim, abafam a região e podem causar irritação pelo contato.

A partir do momento em que a mulher partiu para o mercado de trabalho, o seu vestuário mudou. Hoje a calça é muito mais utilizada que os vestidos e saias de antigamente e, apesar de prática, ela deixa a região muito menos arejada. Por isto, é importante cada mulher conhecer bem o seu corpo e a sua vagina. Se ela perceber um odor desagradável ou irritação na região genital, é importante trocar as calcinhas por aquelas de tecidos mais leves e usar roupas mais largas, além disto, dormir sem calcinha também é saudável. As mulheres que tem candidíase de repetição (fungo que gera coceira) também devem redobrar estes cuidados.

Outro mito é de que os protetores diários abafam a região genital, no entanto, estudos mostram que os protetores respiráveis em nada alteram a flora vaginal.

Vimos em mdemulher

Falando sobre isso

Leave a Reply