Os médicos aconselharam este casal a fazer um aborto. Mas quando a mãe viu o ultrassom, ela se recusou

Toda história de amor é absolutamente única. Mas estes dois são mais do que isso! Lora e Nathan nasceram com nanismo congênito. Eles têm formas diferentes da doença: Lora sofre de acondroplasia — uma anormalidade congênita — que é o resultado da mutação genética no receptor do hormônio do crescimento, enquanto que o diagnóstico de Nathan é de pseudoacondroplasia. As duas doenças são hereditárias.

Eles se conheceram nas gravações do filme “Snowhite”, no qual faziam papéis de gnomos e se apaixonaram à primeira vista.

Quando o casal decidiu se casar, eles ficaram sabendo da gravidez de Lora e por isso, resolveram adiar o casamento.

O casal estava extremamente feliz com o bebê. Mas os médicos disseram que seria mais seguro fazer um aborto, porque a criança inevitavelmente herdaria a doença dos pais e não seria capaz de viver mais do que alguns dias após o nascimento.

Mas quando Lora viu seu bebê pelo ultrassom, ela sabia que nunca desistiria. O hospital inteiro ficou em choque quando o bebê — Nathan-Júnior — ainda respirava várias horas após o nascimento.

As maravilhas não terminaram, já que o pequeno ainda estava vivo após vários dias, meses e anos! Apesar de sua pequena estatura, Nathan-Júnior, não vai desistir assim tão cedo.

Recentemente, os pais finalmente decidiram se casar! E adivinhem quem segurou o vestido de noiva e carregou as alianças? O pequeno menino deles!

Compartilhem esta história inspiradora com seus amigos!

Vimos em perfeito.guru

Falando sobre isso

Leave a Reply