Pode amamentar com silicone? Seio com prótese “cai” após gestação? Tire dúvidas

As mulheres que têm ou estão pensando em colocar silicone nos seios, volta e meia se perguntam: “Será que eu vou poder amamentar depois?”. Essa dúvida surge porque a maioria das pessoas não sabe exatamente como é o procedimento e nem onde a prótese fica localizada. A boa notícia é que raramente o silicone traz algum tipo de problema para a amamentação.

Amamentação com silicone

Onde o silicone é colocado?

O implante pode ser colocado em dois locais diferentes: atrás do músculo peitoral (prótese submuscular) ou por trás da glândula mamária (subglândular). A escolha do lugar depende muito da estrutura corporal de cada pessoa e após uma avaliação o médico é capaz de indicar o melhor para aquela paciente. Em qualquer um dos casos, a prótese fica localizada abaixo do tecido mamário, região responsável pela produção de leite materno, e não exerce qualquer influência sobre ela.

O tamanho da prótese interfere na amamentação?

O tamanho da prótese é um fator que merece muita atenção. Se for grande demais, ou seja, maior do que o corpo da mulher comporta, ela pode sim trazer problemas. Nesse caso, o volume exagerado pode causar uma pequena atrofia no tecido mamário, comprimindo a mama, diminuindo a circulação, e comprometendo a produção de leite. Um procedimento mais invasivo que comumente altera a produção de leite é a mamoplastia completa, aquela em que o cirurgião reduz o e levanta a mama ao mesmo tempo.

O silicone pode estourar durante a amamentação?

Algumas mães também têm esse medo, mas a possibilidade é praticamente nula. Os problemas com a prótese acontecem quando ela é velha, ou seja, já está em idade de ser substituída, ou após ou forte trauma.

Posso usar bombinha para tirar leite?

Depois da amamentação sempre existe uma mudança na firmeza dos seios

Muito utilizadas para estocar o leite ou doá-lo para bancos nas maternidades, as bombinhas podem ser usadas pelas mulheres com silicone.

Depois de amamentar o silicone cai?

Depois da lactação, é normal que a pele fique flácida, afinal, ela foi obrigada a esticar por causa do aumento do volume dos seios e agora precisa voltar ao normal. Em alguns casos, é possível optar por uma cirurgia reparadora para eliminar a flacidez ou trocar a prótese por uma maior. Vale lembrar que qualquer procedimento deve ser feito apenas depois que o bebê desmamar completamente.

Para evitar qualquer tipo de risco, é importante procurar uma clínica conceituada e passar por uma boa avaliação médica antes do procedimento. Como em qualquer cirurgia plástica, os riscos existem, mas um bom profissional é capaz de minimizá-los o máximo possível.

vimos em;bolsademulher

Falando sobre isso

Leave a Reply