Por que tirar amídalas e apêndice deixa mulheres mais férteis?

Amídalas e apêndice são daquelas partes do corpo que não têm uma função indispensável e, por isso, você pode removê-las cirurgicamente caso elas infeccionem e causem problemas. Mas, o que inicialmente parece ser um problema de saúde, pode, na verdade, trazer benefícios. Um novo estudo mostra que mulheres que precisaram tirar uma ou ambas essas estruturas têm mais chances de engravidar.

Tirar amídalas e apêndice aumenta a fertilidade

Um estudo realizado pela Universidade de Dundee e pelo University College London analisou registros médicos de mais de 330 mil mulheres em um banco digital de dados médicos, o UK Clinical Practice Research Databank.

Entre as participantes, 54.675 tinham realizado cirurgia para retirar o apêndice, 112.607 havia removido as amídalas e 10.340 fizeram os dois procedimentos. Seus históricos de saúde foram comparados aos registros de 355.244 mulheres que não passaram por nenhuma das duas cirurgias.

Os resultados mostraram que:

– A taxa de gravidez em mulheres com apêndice e amídalas foi de 44%;

– A taxa de gravidez em mulheres que retiraram o apêndice foi de 54%;

– A taxa de gravidez em mulheres que retiraram as amídalas foi de 53%;

– A taxa de gravidez em mulheres que retiraram o apêndice e as amídalas foi de 60%.

Por que isso acontece?

O próximo passo dos pesquisadores é entender exatamente por que manter amídalas e apêndice pode diminuir a fertilidade. A hipótese mais aceita, até o momento, é que essas estruturas sofrem infecções recorrentes que liberam mediadores inflamatórios que, além dos prejuízos diretos, afetam também óvulos e ovários.

Por ora, os pesquisadores alertam para que nenhuma mulher tire amídalas ou apêndice desnecessariamente como uma forma de aumentar a fertilidade.

Vimos em vix

Falando sobre isso

Leave a Reply