Quatro meninas sempre chegavam na escola com fome. Então uma professora descobriu o que estava acontecendo com elas em casa.

A vida de Bianca, Madison, Tiffany, e Paris Lucci parecia invejavelmente perfeita. As lindas quadrigêmeas viviam em um dos bairros mais influentes do mundo: Beverly Hills, em Los Angeles (EUA). Os pais delas eram bem-sucedidos e criavam as meninas em uma casa gigantesca com piscina. Por fora, tudo parecia ideal.

Mas por trás da fachada glamorosa, essas crianças estavam crescendo em um inferno. O pai delas era violento, agressivo e desprezível. Ele gritava com elas e dizia diariamente que elas nunca seriam nada na vida. Ele as fez colar cartazes pela vizinhança, que, na verdade, era parte do trabalho dele, e as alimentava precariamente. As professoras na escola delas notaram que as meninas estavam sempre com fome e davam um pouco de dinheiro a elas para que elas comprassem comida extra.

Infelizmente a mãe delas tinha graves problemas psicológicos e não podia proteger a si ou as crianças do marido. Então um ano, quatro dias antes do Natal, ela disse que estava saindo para fazer umas últimas compras de natalinas e simplesmente nunca mais voltou. As quatro meninas foram deixadas sozinhas com um tirano.

Um dos detalhes mais perturbadores é que o pai delas tratava os filhos de maneira completamente normal. Quando o humor dele mudava, ele descontava nas garotas. Não passou um dia sem que ele não tivesse batido ou chutado as quadrigêmeas. Uma das meninas foi atacada por um pedófilo e ao invés de apoiá-la, seu pai a culpou. Ele jogou uma das meninas no chão com tanta força, que quebrou ou braço dela. No hospital, ele disse que ela tinha apenas escorregado e caído.

Quando as meninas tinham 11 anos, Madison foi para a escola com um ferida aberta na testa e, na época, quando a professora perguntou o que tinha acontecido, ela admitiu a verdade: seu pai havia causado aquilo. Agora a professora finalmente tinha uma prova visível de suas suspeitas e alertou a polícia. As meninas foram rapidamente retiradas de casa, separadas umas das outras, e colocadas em lares temporários.

Mas o pai delas quis se vingar de suas filhas e achou que elas o haviam “traído”. Ele disse a potenciais pais adotivos o quanto suas filhas eram horríveis e perseguia e ameaçava as pessoas que as acolhiam. Isso colocou muitas famílias para correr.

Porém, finalmente, a sorte das quadrigêmeas mudou: elas chegaram juntas à mesma casa da mãe adotiva, Nadine Jett, e lá ficaram: finalmente um porto seguro. Quando elas falam hoje sobre todas as pessoas que as ajudaram, os olhos delas brilham quando o nome de Nadine é mencionado. Essa mulher amorosa deu a elas segurança e conforto, ela as apoiou, encorajou, e acreditou nelas. Ela sabia que elas podiam ser bem sucedidas e felizes.

Com o apoio de Nadine e ajuda de suas professoras, todas as quatro meninas terminaram a escola com sucesso, o que, infelizmente, é uma vitória rara para crianças que passam por lares temporários e sofrem o que elas sofreram.

No final de outubro, Bianca, Madison, Tiffany, e Paris fizeram 20 anos. Agora elas frequentam uma faculdade, e as três que jogam basquete conseguiram entrar para o time.

Ela são a prova viva, bem-sucedida e feliz do quão errado o pai delas estava. As quadrigêmeas sabem quanto o sistema de adoção nos Estados Unidos é duro para muitas crianças. Elas tiveram sorte. E assim, em maio de 2016 elas criaram uma fundação chamada “A Case of Love” (Um Caso de Amor) para ajudar outras crianças na mesma situação.

 

Veja o comovente documentário sobre as irmãs Lucci aqui (em inglês)

Que jovens incrivelmente fortes. Enquanto elas tiverem umas às outras e as outras pessoas maravilhosas que as ajudaram, ninguém conseguirá destruí-las como seu pai tentou. Só nos resta desejar o melhor futuro possível para elas. Afinal, a melhor vingança é sempre viver uma vida boa e feliz.

Este é um site de noticias,tratamentos e curiosidades ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply