Relato de mãe que ama seu corpo mesmo com as estrias viraliza na internet

Abagail Wedlake deu à luz uma menina em janeiro e ganhou marcas na barriga e nas coxas, mas nada que a fizesse querer esconder o próprio corpo

Para muitas mães é simplesmente impossível fugir das estrias após o nascimento dos filhos. Entretanto, apesar de ser uma marca super comum, a estria ainda é vista como algo feio e que deve ser escondido. Felizmente, nem todas as mulheres pensam assim.

Em janeiro deste ano, a colorista Abagail Wedlake deu à luz uma linda menina. Quatro meses depois, em abril, a parte inferior de sua barriga estava tomada por estrias , e ela decidiu expor sua intimidade para incentivar outras mães a se amarem mais.

“Uma marca para cada respiro que você dá, cada piscada, cada bocejo sonolento. Uma para cada vez que você chupa o dedo e dorme perfeitamente na escuridão. Uma para cada sonho que você sonhou. Era sua casa e onde eu cresci para amar você. Eu ganhei essas listras e abraço-as cada dia mais. Corpos no pós-parto são diferentes, mas mostram a beleza de ter a chance de trazer uma vida a este mundo”, escreveu em uma foto que compartilhou em sua página no Instagram.

A imagem traz Abagail usando apenas uma calcinha e um top e segurando a filha na altura da barriga, mas deixando as estrias aparecerem. Em pouco mais de um mês, o post reuniu mais de 16,8 mil likes na rede social.

Junto com os likes, a mãe também recebeu milhares de comentários. “Lindo! Me dá um novo significado para as minhas marcas. Eu fiz isso pela minha bebê e não mudaria nada”, escreveu uma usuária da rede social. “Obrigada por compartilhar isso. Eu tenho marcas quase que idênticas às suas, e ver esse post me fez sentir melhor comigo mesma”, compartilhou outra.

A reação de outras mães encorajou Abagail a compartilhar outras fotos mostrando suas estrias. Em uma delas, ela afirma que devemos fazer a gravidez uma ocasião quando apreciarmos corpos femininos durante e depois da gestação, sem escondê-los. As fotos já reúnem milhares de likes na rede social.

Vimos em meninadeargola.com.br

Falando sobre isso

Leave a Reply