Sabia que a clara de ovo pode pôr em perigo a sua saúde?

Quem come ovos diariamente por certo já conhece os seus benefícios. Mas é preciso cuidado, pois existem efeitos colaterais.

Os ovos são compostos pelas gemas e pelas claras, quase como se fossem duas metades opostas. E essa dualidade também vai ter impacto no modo como atuam perante a nossa saúde.

Não há alimento mais prático e mais polivalente do que o ovo. O ovo pode ser comido quase de qualquer maneira, e quase toda a gente gosta. São nutritivos, saborosos e bastante econômicos. O que mais poderíamos desejar?
Acontece que ovos, mais precisamente a parte da clara, não fazem só bem para o nosso organismo. Fique conhecendo as 4 razões para consumir estes alimentos com outro cuidado.

4 razões para evitar claras de ovos

1. Salmonela

Os ovos crus são um autêntico paraíso para a formação de matérias. Uma das bactérias que mais facilmente se desenvolve na clara do ovo é a salmonela. Essa é aquela bactéria que também está associada ao consumo de carne de galinha, mas que também pode estar nas cascas e nas claras dos ovos.
Para garantir que o seu ovo se livra dessas bactérias tem de assegurar que ele fica cozido na perfeição. E mesmo assim, corre o risco de nem assim conseguir eliminar.
Claro que se você evitar ovos crus e preferir ovos bem cozidos ou fritos vai reduzir as probabilidades de contrair essa doença.

2. Esgotamento de biotina

A avidona das claras dos ovos vai absorver a biotina do seu organismo. A biotina não é nada mais nada menos que a vitamina H ou vitamina B7. Um organismo deficiente em biotina está mais sensível a problemas como tampão de berço e dermatite seborreica. Mas a lista de sintomas provocados pela falta dessa vitamina é extensa, e inclui: redução de coordenação motora e de tônus muscular, dores e cãibras musculares, convulsões e queda de cabelo.
Se você comer ovos crus em excesso vai contribuir para o agravamento dessas situações.

3. Alergias

Quem diria que as alergias também podiam estar ligadas ao consumo de ovos? Mas é nas claras dos ovos que pode estar a resolução para o mistério das suas alergias. Sintomas alérgicos como urticária, erupções na pele, tosse, comichões, vômitos, enjoos, respiração ofegante, espirros e diarreia podem ter a sua origem nos ovos.
Tome especial atenção aos sintomas de inchaço de garganta, interrupção das vias respiratórias e queda da pressão arterial, porque são os mais perigosos e podem deixar você inconsciente.

4. Sobrecarga de proteínas

A proteína em excesso pode representar uma situação de perigo, sobretudo se você tiver problemas nos rins. Tenha cuidado para não ultrapassar as quantidades diárias de proteína recomendadas (0,6 a 0,8 gramas, se você tiver problemas renais), para não comprometer a filtração glomerular.
Não dispense a opinião do seu médico em relação a esse assunto, para ficar com a noção correta dos ovos que deve comer. Porque o ovo deve representar mais de metade das proteínas que damos para o nosso corpo.

Assista a seguir o vídeo sobre os efeitos colaterais do ovo na nossa saúde:

Este é um site de noticias,tratamentos e curiosidades ele não substitui um especialista.Consulte sempre seu médico.

Falando sobre isso

Leave a Reply