Saiba como estão as crianças de “A Noviça rebelde” 45 anos depois

O filme originou-se de um musical da Broadway, cuja história é baseada na vida da família de cantores Von Trapp da Áustria. As canções são da autoria de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II, com roteiro de Ernest Lehman.

Foi rodado em 1965, principalmente em locações em Salzburgo, na Áustria, e na região da Baviera, na Alemanha.

Curiosamente, o Brasil foi o 5º país a receber o filme em 3 de maio do mesmo ano, com o singelo nome de A Noviça Rebelde.

O filme ganhou o Oscar de melhor filme em1966, e é um dos musicais mais populares já produzidos. O álbum com a trilha sonora foi nomeado ao Grammy de melhor álbum do ano. Foi escolhido pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos para ser preservado no Registro Nacional de Filmes em 2001, e sempre está presente nas listas dos melhores filmes já feitos, como as do American Film Institute.

Como todos os fãs você também deve pensar como estão estas crianças e por onde andam?

A Noviça Rebelde - original

Então fomos através de uma pesquisa  na internet algo que desse notícias maiores sobre os sete atores. Se é que eles ainda são atores. Foi assim que encontrei essa matéria da Globo.com . Mas a pergunta que não se cala o que eles estão fazendo hoje. bem! A maioria participou de comerciais e séries de televisão, um ou outro fez algum filme após o sucesso de A Noviça. Charmian Carr (1), que interpretou a filha mais velha Liesl foi quem mais lucrou com o papel chegando a lançar dois livros: “Para sempre, Liesl” e “Cartas para Liesl”.

Agora veja como eles estão nos dias atuais.

A Noviça Rebelde - adultos - Clique para ampliar

Levando em consideração que Christopher Plummer também, apesar de uma extensa carreira no cinema e na televisão, nunca mais teve um papel tão forte quanto o Capitão Von Trapp, ficou para a estrela Julie Andrews a responsabilidade de não tornar o filme quase uma maldição na carreira de todos. Apesar de Maria ser mesmo o marco em sua carreira, ela já tinha feito Mary Poppins que lhe rendeu um Oscar. E ainda iria fazer o clássico Victor ou Victoria e o que, para mim, foi seu melhor papel em Dueto Só Para Um (Duet for One), uma pérola não-musical que poucos conhecem.

Vimos no http://caixadepandora.xpg.uol.com.br

 

Falando sobre isso

Leave a Reply