Sete mitos e verdades sobre as suas unhas

poucas coisas irritam tanto uma mulher quanto ter a unha lascada. Sem falar naquelas situações em que ela simplesmente quebram! “Unhas que estão sempre fracas, quebradiças e ressecadas podem ser sinal de que algo não vai bem no organismo”, diz a dermatologista Bianca Gastaldi. Para ajudá-la a mantê-las lindas, fortes e pintadas com as cores da moda, esclarecemos vários mitos.

A luva de borracha abafa a mão e prejudica a saúde das unhas – mito

Sim, ambientes úmidos favorecem a proliferação de bactérias. Mas você não passa o dia inteiro de luvas, certo? Então use-as sem medo ao lidar com água e produtos químicos. Juntos, eles ressecam e deixam as unhas fracas e quebradiças.

Usar esmalte escuro fortalece as unhas – mito

Eles não têm componentes com essa função. Podem dar a sensação de deixá-las mais fortes, porque, em geral, são mais espessos que os claros.

É bom deixar as unhas sem esmalte para que elas possam respirar – mais ou menos

As unhas são formadas por células mortas e, por isso, não respiram. O que acontece é que o esmalte resseca e, portanto, vale a pena deixá-las ao menos um dia sem o produto e hidratá-las com cremes ou óleos.

A acetona agride muito as unhas – verdade

Em contato com a região, essa substância costuma ressecá-la e enfraquecê-la. Prefira os removedores que não sejam à base de acetona.

As unhas também precisam de hidratação – verdade

Por estarem expostas a agressões e por causa do contato com o esmalte, elas ressecam facilmente. Por isso, unhas e cutículas precisam ser hidratadas sempre.

É melhor usar lixa do que cortar para mantê-las bem aparadas – mito

Lixa, tesoura ou cortador não interferem na saúde das unhas, pois agem nas pontas delas.

Tirar a cutícula faz mal às unhas – verdade

Ela é a proteção natural contra bactérias e fungos. Sem cutícula, as unhas ficam sujeitas a infecções. O ideal é apenas empurrá-la ou cortá-la superficialmente a cada 15 dias.

vimos em:mdemulher

Falando sobre isso

Leave a Reply