‘‘Só a medicina não teria dado conta de resolver’’, diz médico que atendeu menino curado por milagre

Criança sofreu traumatismo craniano ao cair de janela; segundo pais, após orações aos Pastorinhos de Fátima, filho se recuperou sem sequelas.

“Só a medicina não teria dado conta de resolver”, acredita o médico Adilson Pessoa, de Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná. Foi ele quem atendeu Lucas, curado por um milagre dos Pastorinhos de Fátima, segundo a igreja católica.

O menino de nove anos é de Juranda, na mesma região do Paraná. Quando tinha cinco anos, ele teve traumatismo craniano depois de cair de uma janela de mais de seis metros de altura.

 

“Quando cheguei, o pai estava desesperado e realmente achava que ele não sobreviveria”, conta o motorista de ambulância Francisco Aparecido Garcia. Foi ele quem levou o menino do hospital de Juranda para o de Campo Mourão.

Os médicos disseram que o caso era muito grave e que, se ele sobrevivesse, ficaria com sequelas. “Teve muita perda de massa encefálica. Já era visível a olho nu”, conta o técnico em enfermagem Marcelo Matos, que também participou do atendimento.

Quando souberam do acidente, as freiras do Convento das Carmelitas começaram a rezar.

“Uma irmã se adiantou pra pedir para os Pastorinhos. Porque só faltava um milagre pra eles serem canonizados. Começamos a promover uma oração com esse objetivo. Aí, acho que todas as irmãs entraram em oração”, conta a irmã Luíza.

Ela é fundadora do convento, tem 84 anos e foi quem recebeu a primeira ligação da família. São 67 anos de vocação.

Os pais foram à Fátima para contar como foi o grande momento.

“Da mesma forma como todos nós, na família, começamos a rezar aos Pastorinhos e, dois dias depois, no dia 9 de março, o Lucas foi desentubado e acordou bem, lúcido, e começou a falar, perguntado pela sua irmãzinha”, relatou o pai de Lucas, João Batista.

O caso foi visto como um milagre. O Vaticano, então, passou então a investigar. Líderes da igreja católica estiveram em Campo Mourão, conversaram com a família, com os médicos e com as irmãs carmelitas.

Em março deste ano, o Vaticano reconheceu o milagre que foi decisivo pra canonização dos Pastorinhos de Fátima. A cerimônia foi no sábado (13), no Santuário de Fátima, em Portugal. Milhares de pessoas acompanharam a celebração feita pelo Papa Francisco.

O padre Alfredo Belitano Barreto, de Campo Mourão, assistiu à celebração. “Participando da cerimônia, pudemos experimentar a beleza da igreja, que continua viva, na vida dos seus santos”, conta.

A canonização foi realizada justamente na data que marca o centenário da primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima aos Pastorinhos: um dia importante pra igreja católica e que se tornou marcante também para os fieis do Paraná.

Vimos em comcafe

Falando sobre isso

Leave a Reply