Vai começar a malhar? 7 coisas que você precisa saber para conseguir secar mais

Se você finalmente decidiu adotar hábitos saudáveis, um cardápio equilibrado e a inclusão de uma rotina de exercícios no seu cotidiano para evitar doenças e perder peso, deve então saber que disciplina, moderação e alguns cuidados são essenciais para garantir melhores resultados sem comprometer a saúde.

Depois de consultar um profissional da saúde, realizar exames e conhecer as atividades que vão ao encontro de seus objetivos, vale aprender algumas dicas do treinador físico Pérsio Schiapim, da academia Technogym, para conseguir secar ainda mais ao começar a malhação:

Como emagrecer mais rápido com exercícios

1. O que potencializa a queima e o consumo calórico é a forma como se realiza o treino, já que os exercícios realizados com maior intensidade são os que produzem melhores resultados. A intensidade está relacionada ao ritmo do treino, que costuma ter intervalos reduzidos ou pausas ativas.

2. Esteiras e os elípticos são alguns dos equipamentos que intensificam a queima de gordura, por estimularem praticamente todas as partes do corpo.

3. Outro fator que aumenta o consumo calórico, segundo o profissional, é o nível de esforço, que pode ser intensificado através do ritmo (velocidade e RPM), carga (inclinação, watts) e intervalo entre séries, monitorando a frequência dos batimentos cardíacos (BPM) durante as sessões.

4. Nos exercícios que envolvem força, a queima de caloria pode ser intensificada com treinos mais intensos e intervalos reduzidos. Séries combinadas e circuitos são os que mais aumentam o consumo calórico, mas devem ser realizados apenas após avaliação física, para não sofrer com lesões.

5. Treinos funcionais possuem como característica o consumo calórico elevado, pois os exercícios utilizados envolvem muitos músculos e articulações integrados.

6. Quem se alimenta com qualidade possui uma taxa metabólica maior que sedentários e pessoas que não se alimentam adequadamente e, consequentemente, terão melhores resultados na malhação.

7. Treinar em jejum ajuda a queimar mais calorias, mas, ao mesmo tempo, pode provocar uma considerável perda da massa muscular, além de reduzir o rendimento físico, podendo fazer com que a pessoa sofra com desmaios em caso de queda da glicemia sanguínea.

Vimos em vix

Falando sobre isso

Leave a Reply