Vídeo: mulher distraída ao celular cai em adega aberta na calçada

Vídeo mostra uma mulher que caiu de quase 2 metros de altura de uma porta de pavimento aberta.

Uma mulher de 67 anos ficou gravemente ferida depois de cair em uma porta de adega aberta enquanto estava caminhando distraída ao verificar mensagens em seu Celular. O incidente, que ocorreu nesta quinta-feira (8), em Plainfield, Nova Jersey, nos Estados Unidos, foi registrado em vídeo por câmeras de segurança de uma empresa.

A mulher é retratada olhando seu telefone enquanto caminhava pela rua em Nova Jersey

Publicado por Fotos de alguma coisa em Sexta, 9 de junho de 2017

 No vídeo, a mulher pode ser vista caminhando em uma calçada em direção à porta aberta de acesso ao porão, onde instalada uma adega. Ela segura uma bolsa na mão direita e um celular na esquerda dela.
Pouco antes de chegar a porta, ela está olhando para o telefone. Um momento depois, ela tropeça em uma das portas abertas e cai de cabeça na adega.

Dois espectadores alarmados cobrem a boca apavorados com o acidente. A polícia de Plainfield disse em nota que a mulher caiu de uma altura de cerca de 2 metros.

Os bombeiros retiraram a mulher do buraco e a levaram para um hospital com lesões graves, disse a polícia. As portas de acesso ao porão haviam sido abertas no momento devido a reparos em linhas de gás na área.

Uma porta-voz da polícia disse, nesta sexta-feira (9). ao jornal norte-americano The Washington Post que nenhum outro detalhe, incluindo o nome da mulher, seria divulgado.

“Ela é estável”, disse a porta-voz. ‘’Ela está muito traumatizada’’, acrescentou. O filho da mulher disse à emissora de TV CBS New York que queria que as pessoas que assistiam ao vídeo soubesse que sua mãe tem visão reduzida por causa da diabete.

“Quando eu vi o vídeo pela primeira vez, meu coração disparou”, disse ele à estação.

“Foi doloroso assistir.” Embora não esteja claro exatamente o que a mulher estava fazendo no momento da queda, a polícia observou que ela parecia estar distraída pelo telefone, uma prática cada vez mais problemática, de acordo com funcionários da segurança.

Embora os perigos de andar distraído tenham sido amplamente divulgados, vários estados norte-americanos aprovaram leis que proíbem ler ou enviar mensagens de texto enquanto se está dirigindo um carro. As consequências de caminhadas distraídas receberam menos atenção.

Uma reportagem do Wall Street Jornal no ano passado apontou que as visitas às salas de emergência relacionadas aos pedestres distraídos por dispositivos móveis que se acidentaram aumentaram 124% entre 2010 e 2014.

“Nós não estamos falando de solavancos e contusões”, divulgou o jornalista Deborah Hermano, ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança do Transporte e atual presidente-executivo do Conselho Nacional de Segurança. ‘’Estas são pessoas que estão sofrendo estiramento de músculos, deslocando juntas e quebrando ossos’’, explicou.

O Conselho Nacional de Segurança, um órgão sem fins lucrativos, alerta há vários anos o perigo de andar distraído. Em um boletim, o grupo observou que um estudo da Consumir Produto Afeta Comissiona mostrou que em dois anos um total de 1.152 pessoas de todas as idades foram tratadas em salas de emergência hospitalar nos Estados Unidos por lesões sofridas ao caminhar e usar um telefone celular ou outro dispositivo eletrônico.

O Conselho Nacional de Segurança lançou uma campanha com o slogan “Não ande lendo ou enviando texto”. Assista abaixo ao vídeo com o acidente com idosa.

Vimos em blastingnews.com

Falando sobre isso

Leave a Reply