Se você não vive sem o batom vermelho, aconselho a não ler…

Você sabe de onde vêm os tons de vermelho dos batons, bebidas artificiais, sorvetes, bolachas e outras guloseimas industrializadas?

A substância carmim é um corante muito usado na produção de alimentos, produtos de beleza, tintas, corantes e é extraída da cochonilha do carmim, popularmente conhecido como Pulgão.

090

É isso mesmo que você leu! Muitos produtos possuem nota afirmando que não utilizam nada de origem animal, mas possuem a substância carmim em sua fórmula, que é de origem animal.

Para a produção desse corante, são necessários cerca de 70 mil insetos, esmagados e fervidos, para que a substância seja extraída de seu corpo e ovos, para se transformar em apenas 450g do corante vermelho.

E aí, assustador?

Este é o motivo pelo qual as maquiagens orgânicas ou naturais (que não utilizam ingredientes de origem animal) não conseguem atingir o vermelho intenso no batom que estes “bichinhos” ajudam a colorir. No caso da maquiagem as fontes alternativas são os minerais, quanto aos alimentos, o vermelho pode vir de outros alimentos vermelhos utilizados como corante, como por exemplo a beterraba (bem melhor não?).

Para saber se o produto utilizou o pulgão para sua coloração, basta procurar no contra rótulo: “Corante natural carmim de cochonilha”; Corante natural carmim; corante cochonilha;  C.I. 75470 ou E120, se encontrar um destes nomes, foi usado!

Vimos em http://www.nacaoverde.com.br